VR suspende vacinação contra Covid-19 para gestantes

Reprodução

A prefeitura de Volta Redonda suspendeu nesta terça-feira, dia 11, a aplicação da primeira dose da vacina Astrazeneca em gestantes. A decisão foi tomada após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pedir a suspensão imediata do uso do imunizante nesse grupo.

Segundo o jornal “Folha de S.Paulo”, o Ministério da Saúde investiga a morte de uma mulher grávida no Rio de Janeiro após tomar a vacina que, no Brasil, é fabricada pela Fiocruz. À Folha, o ministério confirmou, em nota, ter sido notificado pelas secretarias de Saúde Municipal e Estadual do Rio de Janeiro e investiga o caso.

Em comunicado enviado para as unidades de saúde, a Secretaria de Saúde de Volta Redonda também orientou a suspensão da vacinação em lactantes e puérperas, reforçando a vacinação contra Influenza, que tem ocorrido nos postos de saúde das 12h30 às 16h. Podem se vacinar contra Influenza: gestantes, puérperas e lactantes, crianças de 06 meses a 06 anos incompletos, trabalhadores da saúde, idosos acima de 60 anos e trabalhadores da educação.

Para Covid-19, também está suspensa, por decisão judicial, qualquer aplicação de primeira dose nos grupos “Forças de Segurança e Salvamento”, “Forças Armadas” e “Profissionais de Educação”, até que se encerre a vacinação de todas as faixas etárias até 18 anos do grupo prioritário de comorbidades.

Pais de pessoas com deficiência

Até o momento desta publicação, não estava liberada a vacinação contra Covid-19 para pais e tutores de pessoas com deficiência na cidade. A prefeitura aguarda orientação técnica da Secretaria de Estado de Saúde para que possa vacinar esse grupo. Recentemente o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, sancionou a lei 9.264/21 que coloca os pais, mães, tutores, técnicos de enfermagem e enfermeiros que cuidam de pessoas com deficiências intelectuais no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19.

Vacinação nesta terça-feira

Volta Redonda vacina nesta terça, com a primeira dose da vacina Astrazeneca, pessoas com mais de 60 anos, profissionais de saúde, autistas, pessoas com síndrome de down e com deficiência intelectual acima de 18 anos. Também podem se vacinar, pessoas com mais de 18 anos com: anemia falciforme, neoplasias em quimioterapia ou radioterapia, doentes renais em programa de terapia renal substitutiva, transplantados de órgãos sólidos, pessoas obesas mórbidas (IMC acima de 40), diabéticos que fazem uso de insulina e também pessoas com mais de 50 anos que tenham qualquer outra comorbidade. As pessoas que irão se vacinar devem comprovar a comorbidade.

A vacinação em Volta Redonda acontece nos postos de saúde, exceto nas unidades da Siderlândia, 249, São João, Vila Mury e Volta Grande.

As doses de Coronavac que chegaram em Volta Redonda acabaram no dia passado, e agora é aguardada uma nova remessa, que deve chegar na quarta-feira, dia 12, e será exclusiva pra segunda dose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *