Família de pastor morto por engano cobra prisão de autor do crime

Foto: Reprodução

A família do pastor Leandro Ferreira Emiliano, de 62 anos, assassinado no último dia 24, em Volta Redonda, está cobrando celeridade da polícia na prisão do autor do crime, para que a justiça seja feita. O pastor estava na Rua 1.027-A, no bairro Volta Grande, mexendo em seu próprio carro, quando foi atingido por um tiro na cabeça disparado, segundo as primeiras investigações, por um homem que estaria tentando acertar outro que havia discutido com sua mulher, momentos antes. Pastor da Igreja Aliança Renovada, Leandro foi socorrido inicialmente na UPA do Santo Agostinho, sendo transferido para o Hospital São João Batista, mas não resistiu. O autor do disparo foi identificado, mas ainda não está preso.

A filha do pastor, Aline, disse que a família enfrenta o luto e a dor, esperando que seu pai não seja só mais um número nas estatísticas da injustiça e impunidade no país. O delegado Edézio Ramos disse que a investigação sobre o caso não está parada. Depois de ressaltar compreender o desejo da família por uma resposta imediata da polícia, ele preferiu não falar sobre o andamento da investigação para não prejudicar o trabalho policial. Lembrou, no entanto, que a polícia tem que seguir os trâmites legais, mas que está trabalhando todos os dias para dar a resposta que a sociedade espera e para a família, em particular. No entanto, não deu detalhes da investigação, segundo ele, para preservar o trabalho policial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *