Transferência de Juninho Nazaré, preso no Espírito Santo, ainda não tem data definida

Traficante mais procurado do Sul Fluminense, Elmo Silva Lopes Júnior, o Juninho Nazaré, preso na última quarta-feira em Vila Velha, no Espírito Santo, continua no sistema penitenciário capixaba. O dia da transferência dele para Barra Mansa ainda não foi definida. Juninho foi preso por policiais capixabas com informações levantadas por agentes da Polícia Civil de Barra Mansa, depois que ele fugiu de Ipatinga, Minas Gerais, onde estava refugiado. O procurado estava em um hotel de Vila Velha. Com ele foram apreendidos quase R$ 20 mil em dinheiro, jóias, seis telefones celulares e documentos falsos. Também foram encontrados um contrato de locação de imóvel com nome falso e um caderno com a contabilidade do tráfico. O carro de luxo que ele usava, um Ranger Rover Evoque, foi apreendido também.

No dia passado, a polícia confirmou que Nazaré, depois de tentar enganar os policiais sobre sua identidade, ofereceu dinheiro a eles para não ser preso e, ao receber voz de prisão, ainda resistiu. O delegado titular da regional de Polícia Civil de Vitória, Rafael Corrêa, chegou a se deslocar, um dia antes da prisão, ao aeroporto de Vitória, ao ser informado de que Nazaré pretendia fugir do Brasil e iniciaria a fuga aérea pela capital capixaba. A transferência do traficante para Barra Mansa vai depender dos trâmites no Poder Judiciário. Ele responde por organização criminosa, tráfico, associação para o tráfico de drogas e porte ilegal de arma de uso restrito. Nazaré é investigado ainda por roubo a banco, exploração de caixas eletrônicos e tentativa de homicídio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *