BH e Rodrigo Caio têm lesões confirmadas e não disputam final da Taça Guanabara

José Jácome/EFE

Os jogadores do Flamengo se reapresentam hoje e Jorge Jesus só terá um dia para preparar a equipe que enfrentará o Boavista amanhã, sábado, às 18 horas no Maracanã, pela decisão da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. O técnico Jorge Jesus ainda não sabe o time.

Bruno Henrique e Rodrigo Caio saíram machucados contra o Independiente Del Valle e devem ser desfalques para a partida de amanhã. Bruno Henrique sofreu um trauma na perna direita e não teve fratura, mas deixou o estádio de muletas. O médico Márcio Tanure, chefe do Departamento Médico do clube, mandou os dois jogadores para a fisioterapia e eles estão vetados até serem reavaliados. Com o jogo de volta contra os equatorianos na próxima quarta-feira, o técnico Jorge Jesus se vê obrigado a poupar jogadores diante do Boavista. O foco é a Recopa.

Até a tarde passada, 40 mil ingressos tinham sido vendidos para o jogo de amanhã, no Maracanã, entre Flamengo e Boavista, decidindo a Taça Guanabara. Se houver empate no tempo normal o regulamento prevê prorrogação e depois pênaltis. O apelo para o jogo de quarta-feira de cinzas é muito grande: mais de 54 mil ingressos vendidos. Só hoje, após o único treinamento antes da decisão é que Jorge Jesus vai definir o time. A volta de Gabigol é certa. Ele não jogou na quarta-feira por estar suspenso pela expulsão na decisão da Libertadores. Se mantiver a coerência, Jorge Jesus vai escalar o Flamengo com: Diego Alves, Rafinha, Thuler, Gustavo Henrique e Filipe Luís; William Arão, Gérson, Diego e Everton Ribeiro; Vitinho e Gabigol.

Após ser eliminado da Copa do Brasil, perdendo em casa para a Chapecoense, o Boavista vai para a decisão da Taça Guanabara, diante do Flamengo, em busca da recuperação. Apesar de jogar em Bacaxá, na quarta-feira, o time de Paulo Bonamigo jogou mal, perdeu e saiu da competição. Agora, vira a chave para encarar o Flamengo. Amanhã, a torcida do Flamengo terá um reencontro com cinco nomes que já foram jogadores do time da Gávea: Erick Flores, Welington Silva, Gustavo Geladeira, Everton Silva e Renan Donizete.

O trio escalado pela Federação do Rio terá como árbitro Marcelo de Lima Henrique e assistentes: Rodrigo Figueiredo e Thiago Farinha. No comando do VAR estará Wagner do Nascimento Magalhães.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *