Região registra casos de violência doméstica

Um dos episódios ocorreu no dia passado na Cidade Alegria, em Resende. Um homem de 34 anos foi preso depois de ser denunciado pela companheira, da mesma idade. Quando os policiais chegaram à residência, foram recebidos pelo casal. A mulher alegou que era mantida presa dentro de casa e mostrou um hematoma no braço, informando ter sido agredida pelo companheiro. O homem foi levado para a delegacia e ficou preso em flagrante.

Já em Barra Mansa uma mulher, também de 34 anos, denunciou o ex-companheiro, de 35, por violência. Moradora da Cotiara, ela disse que foi à Vila Ursulino visitar o filho, que vive com o ex-marido, quando teria sido agredida. Segundo ela, o homem chegou a atirar nela um copo de vidro, que atingiu seu peito. A mulher disse que o ex-companheiro chegou a pegar uma faca, mas ela conseguiu fugir depois de ser alertada pelo filho. O homem não foi encontrado pela Polícia Militar, mas está identificado e já indiciado por violência contra a mulher, com base na Lei Maria da Penha.

No último domingo, uma mulher de 29 anos pediu ajuda da Polícia Militar, alegando que era mantida em cárcere privado pelo namorado, da mesma idade, na Vila Odete, em Itatiaia. A mulher disse que foi para a casa do namorado no sábado e que ele a teria impedido de sair até o dia seguinte, quando ela conseguiu escapar quando ele saiu para comprar cigarros. O suspeito foi encontrado na Vila Esperança e foi preso em flagrante.

Ainda no domingo, em Paraíba do Sul, um policial militar de folga flagrou um homem de 36 anos agredindo uma mulher dentro de um carro na Rua das Palhas, no bairro Pedreira. O casal estava dentro de um Fiat Uno e a mulher, que levava socos na cabeça, gritava por ajuda. O policial rendeu ao agressor e chamou uma viatura da Polícia Militar, que levou o homem para a delegacia. Ele ficou preso em flagrante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *