Homens são presos em tentativa de assalto a família de colombianos em Volta Redonda. Um deles é policial militar. Armas são apreendidas

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na tarde passada, três homens acusados de invadir um apartamento e manter como refém uma família colombiana que mora no condomínio Recanto do Bosque 2, no bairro Água Limpa, em Volta Redonda. Entre os presos está o policial militar Eliéser Araújo do Nascimento. Os outros foram identificados como Rodrigo dos Santos Rocha e Thiago de Souza de Carvalho. Todos são do Rio de Janeiro. Segundo informou a polícia, os três se apresentaram na portaria como se fossem policiais fazendo uma investigação.

Assim que foram autorizados a entrar, seguiram até o apartamento das vítimas. Uma delas contou que os criminosos procuravam uma pessoa chamada “André”, que ela afirma não conhecer. E também perguntavam “onde o dinheiro estava guardado”. Ainda segundo a vítima, durante todo o tempo em que ficaram na residência, os três se comunicavam por celular com um quarto homem. Um morador, que estranhou a movimentação no prédio, alertou policiais civis de Pinheiral que passavam perto do residencial. A Polícia Militar também foi acionada. Ainda segundo a Polícia Civil, quando percebeu que o plano tinha dado errado e estava cercado, o PM tentou convencer os colegas de que estava no local apenas de passagem e que teria, inclusive, tentado impedir o assalto. No entanto, as vítimas desmentiram o PM Eliéser ao acusá-lo de mantê-las como reféns, confirmando a participação dele no crime. O policial é lotado no 31º Batalhão, que fica no Recreio dos Bandeirantes, no Rio. Durante a ação, a polícia apreendeu um revólver, duas pistolas, munições, toucas ninjas, um colete à prova de balas e algemas, que foram usadas para imobilizar a dona do apartamento. Os três foram levados para a delegacia de Volta Redonda e autuados por roubo, milícia armada e porte de arma com numeração raspada. A polícia vai investigar a atuação da quadrilha para identificar quem é o quarto envolvido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *