Com participação polêmica do VAR, Vasco perde para o Palmeiras

Marcelo Regua/Agência O Globo

Perdeu por 2 x 1 para o Palmeiras, na noite passada, e consolidou a queda de rendimento em São Januário no returno do Brasileiro. Foi a terceira derrota em casa, desde setembro. O resultado mantém o Palmeiras na perseguição ao líder Flamengo. Com 39 pontos, o Vasco caiu para o 12º lugar, mas segue com oito de vantagem sobre o Z-4.

De olho no clássico com o Corinthians, sábado, no Pacaembu, Mano Menezes decidiu poupar sete titulares, entre eles Bruno Henrique, Gustavo Scarpa e Dudu. Ainda assim, o time tomou a iniciativa e abriu o placar com Lucas Lima, que teve que finalizar duas vezes para marcar no rebote de Fernando Miguel, aos 11 minutos.

Por sorte, a resposta foi quase que imediata. Aos 18 minutos, Pikachu descolou um ótimo passe para Rossi que cruzou. Ao tentar se antecipar a Marrony, Mayke chutou contra o próprio gol e empatou. O Palmeiras voltou do intervalo com Luiz Adriano e, pouco depois, apostou em Dudu para buscar a vitória e se manter na cola do Flamengo.

Aos 31 minutos, numa jogada polêmica, com consulta ao VAR, o árbitro Rafael Traci validou o gol de Luiz Adriano após ganhar a dividida com Danilo Barcellos, que pediu falta no início da jogada: Palmeiras 2 x 1. Para piorar a situação, Leandro Castan foi expulso por reclamação. Marrony tomou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Os dois não enfrentam o CSA, domingo, no Estádio Rei Pelé.

O comentarista de arbitragem Sandro Meira Ricci disse que o segundo gol do Palmeiras foi irregular. Para o ex-árbitro, o atacante Luiz Adriano cometeu falta no lateral-esquerdo Danilo Barcelos, mas o árbitro Rafael Traci validou o lance. Sandro afirmou que o movimento feito por Luiz Adriano foi para impedir que o Danilo disputasse a bola.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *