Facebook também deve testar esconder o número de curtidas das publicações

O teste com a remoção da exibição das curtidas em fotos e vídeos do Instagram deve ser replicado no Facebook, confirmou a companhia ao site TechCrunch, sem, contudo, informar quando nem onde o programa terá início. Atualmente, o Instagram, propriedade do Facebook desde 2012, não exibe os “likes” para usuários na Austrália , no Canadá , na Irlanda, na Itália, na Nova Zelândia, no Japão e no Brasil.

A mudança foi notada pela engenheira Jane Manchun Wong, que descobriu alterações no código do aplicativo do Facebook para Android. Também foi Jane que percebeu mudanças no código do Instagram, algumas semanas antes do início dos testes no Canadá.

“Com esta ferramenta não lançada, a contagem de curtidas/reações fica escondida para qualquer pessoa senão o criador da postagem, da mesma forma que funciona hoje no Instagram”, afirmou Jane. “A lista de pessoas que curtiram/reagiram continuará acessível, mas a quantidade ficará escondida”.

A ideia da companhia é reduzir a ansiedade e a pressão sobre os usuários pelo retorno em curtidas de suas publicações. “Nós queremos que seus amigos foquem nas fotos e nos vídeos que você compartilha, não em quantas curtidas eles alcançam”, afirmou a companhia, na época em que o teste foi expandido para seis países.

Até agora, a empresa não fez comentários sobre os resultados dos testes, se estão realmente beneficiando os usuários ou impactando as métricas da companhia. Porém, replicar a iniciativa no Facebook sinaliza que os resultados devem ser positivos ou, ao menos, sem impactos negativos nos negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *