Ex-prefeito de Resende tem direitos políticos suspensos por três anos

A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro resolveu por unanimidade, a suspender por três anos os direitos políticos do ex-prefeito de Resende, Silvio de Carvalho.

Ele foi acusado de improbidade administrativa pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), em um caso de contratação irregular de cerca de mil funcionários

E, além de ter que ficar afastado das urnas, ele também foi condenado a pagar uma multa correspondente a dez vezes a remuneração no período entre 2005 e 2008 — quando estava no comando da cidade do Sul Fluminense.

O relator do processo, o desembargador Fernando Cerqueira Chagas, também proibiu o ex-prefeito de fazer contratos com o serviço público por três anos.

A informação foi divulgada pela colunista do Extra, Berenice Seara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *