Casa de prostituição é fechada em Resende

A Polícia Civil de Resende fechou na noite da última sexta-feira (05) uma casa de prostituição que funcionava na Avenida Tenente Coronel Adalberto Mendes, no bairro Manejo, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão. Quando os policiais chegaram, encontraram 15 garotas de programa, que cobravam valores que iam de R$ 150 a R$ 250. A informação sobre o cumprimento do mandado só foi divulgada nesta quarta-feira (10).

O que intrigou o delegado Michel Floroschk, no entanto, foi a constatação de que havia câmeras escondidas instaladas no estabelecimento. A suspeita é que os equipamentos gravavam os clientes, inclusive durante a realização dos programas.

– A Polícia Civil acredita que estas imagens podem ter sido usados como forma de extorquir clientes ou obter vantagens indevidas, disse o delegado.

Segundo uma das garotas que estavam no local, a casa de prostituição era mantida por um casal, que não foi encontrado e está sendo procurado. O homem seria do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *