Esporte

 

FLAMENGO – Há muito tempo não dava tanta alegria ao seu torcedor. Goleou o San José da Bolívia por 6 a 1, eliminou o adversário e chegou aos 9 pontos ganhos. O time de Abel Braga está a um empate da próxima fase. Um gol logo aos 2 minutos, expulsão de zagueiro adversário aos 4… tudo parecia caminhar fácil para o Flamengo, que só deslanchou no segundo tempo e aplicou a maior goleada desta edição da Libertadores até o momento: 6 a 1. Sob o comando de Everton Ribeiro, que marcou duas vezes, e Arrascaeta, que fez um, a equipe reassumiu a liderança do grupo D ao passar o Peñarol no saldo de gols. Diego, Vitinho (de pênalti) e Gutiérrez (contra) também marcaram. Saucedo fez o gol dos bolivianos.

O time descansa hoje, se reapresenta amanhã, e faz o primeiro jogo da decisão do campeonato carioca no domingo, às 16 horas, no Estádio Nilton Santos, contra o Vasco.

No outro jogo da noite passada, pela Libertadores: Emelec 2 x Deportivo Lara 2.

BOTAFOGO – Depois da eliminação precoce no campeonato carioca, foi eliminado da Copa do Brasil, na noite passada, em Caxias do Sul, ao ser derrotado por 2 a 1, pelo Juventude. Perdeu o jogo e um milhão e 900 mil reais. O técnico Zé Ricardo pode ser demitido a qualquer momento. A estreia no campeonato brasileiro será no sábado, dia 27, às 16 horas, no Morumbi, contra o São Paulo, que inicia a decisão do campeonato paulista, diante do Corinthians, no domingo.

SANTOS – Eliminou o Atlético GO ao vencer, na noite passada, na Vila Belmiro, por 3 a 0. A terceira fase da Copa do Brasil só será concluída no final deste mês. Depois de vencer a Ponte Preta duas vezes para avançar na Copa do Brasil, a Aparecidense foi eliminada ao ser derrotada por 3 a 2 pelo Bragantino do Pará, na noite de quarta-feira, em jogo atrasado da segunda fase. O Bragantino, do Pará, joga na próxima terça-feira, em Goiás, contra o Vila Nova. O jogo de volta será no sábado dia 20.

FLAMENGO – O Conselho Deliberativo do Flamengo aprovou os termos do acordo para assumir o Maracanã pelos próximos seis meses. Agora, a diretoria rubro-negra vai assinar o contrato com o Governo do Estado do Rio de Janeiro em solenidade hoje, ao meio dia, no Salão Nobre do Palácio Guanabara. O Governo aceitou a proposta protocolada por Flamengo e Fluminense, mas como o Tricolor não tem certidões negativas de débito (CND) não pode assinar o compromisso com o Estado. O Rubro-Negro, então, concordou em formalmente assumir sozinho a administração do estádio, fazendo um acordo à parte de parceria com o Fluminense.

Flamengo e Fluminense vão arcar com os custos fixos do Maracanã, cerca de 2 milhões de reais por mês. Botafogo e Vasco, que ficaram fora do processo, poderão jogar no estádio com aluguéis fixos de R$ 90 mil.

VASCO – A Justiça estipulou o prazo de 72 horas para Estado se manifestar sobre concessão do Maracanã. A ação popular foi impetrada por Luís Manoel Fernandes, ex-presidente do Conselho Deliberativo do Vasco. O presidente do clube já decidiu que não mandará seus jogos no estádio e o torcedor deseja impedir a concretização do negócio.

VOLTAÇO – Seguindo a preparação para a Série C do Campeonato Brasileiro, programou dois jogos-treinos para os próximos dia. O primeiro será na próxima terça-feira, em Édson Passos, contra o América, às 9h30 da manhã. A partida seria realizada hoje, mas foi adiada por causa das últimas chuvas no Rio. Já o segundo jogo-treino será contra a Portuguesa-RJ, no sábado de aleluia, dia 20, às 9h30, no CT Oscar Cardoso. O time de Toninho Andrade estreia no campeonato brasileiro da série C, no domingo, dia 28, em Volta Redonda, contra o Atlético do Acre. E a diretoria anunciou no dia passado o seu segundo reforço para a Série C: o meia Luciano Naninho, de 26 anos, que disputou o Campeonato Carioca deste ano pelo Madureira.  O jogador chega por empréstimo até o final do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *