Plantão de polícia

 

CASO DE ESTRANGEIRA SUPOSTAMENTE VÍTIMA DE MAUS TRATOS TEM DESDOBRAMENTOS – POLÍCIA FEDERAL APURA SE ELA E O FILHO TÊM VISTO DE PERMANÊNCIA NO BRASIL – A Polícia Federal vai apurar se a eslovena MARTINA ZAJC, de 55 anos, resgatada do apartamento onde morava com o filho, no bairro Santa Cruz, em Volta Redonda, no último domingo, está no Brasil legalmente. A mulher foi retirada de casa, onde vivia com o filho, HVALA ERIK, de 27 anos, também nascido na Eslovênia. A situação dele também está sendo apurada. O rapaz é suspeito de manter a mãe em cárcere privado, o que ERIK negou, em depoimento na Delegacia da Mulher de Volta Redonda. O estrangeiro alegou que a mãe sofre de problemas mentais graves e que, por não ter com quem a deixar, MARTINA ficava trancada no apartamento para evitar que ela fosse maltratada por estranhos, já que ela sequer fala português. ERIK vai responder em liberdade por abandono de incapaz. Ainda na Deam, ele disse que está no Brasil há mais de um ano e vive da venda de doces em sinais de trânsito. MARTINA, como o Plantão de Polícia informou no dia passado, foi levada para o Cais Aterrado. Depois, a eslovena foi encaminhada para um abrigo, até que seu destino seja decidido pela Justiça. Se mãe e filho estiverem ilegalmente no Brasil, poderão ser extraditados.

NOVA TITULAR DA DEAM DE VOLTA REDONDA É INDICADA – A Polícia Civil designou uma nova titular para a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Volta Redonda. A delegada LAÍSA BATISTA LARA assumirá o cargo depois de amanhã. Ela estava como assistente na DEAT, a Delegacia Especial de Apoio ao Turista, na cidade do Rio de Janeiro. LAÍSA substitui MÔNICA AREAL, transferida recentemente para a Deam de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A posse da nova delegada será durante o lançamento do projeto “Siga em frente”, marcado para as 3 da tarde da quinta-feira na Secretaria da Mulher, do Idoso e dos Direitos Humanos, na Rua Antônio Barreiros, no bairro Nossa Senhora das Graças. O projeto foi idealizado por MÔNICA AREAL em conjunto com o governo municipal e tem por objetivo inserir mulheres vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho. Além da Secretaria da Mulher, a iniciativa tem o envolvimento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

OPERAÇÃO DA PM QUE RESULTOU EM TRÊS PRISÕES EM VOLTA REDONDA SALVOU TAMBÉM UM CASAL DE SER ASSASSINADO – A Polícia Militar divulgou no dia passado outros detalhes da operação realizada no final da tarde do último domingo, no Morro da Conquista, no Santo Agostinho. Os agentes envolvidos na ação relataram que, quando chegaram à Rua Bela Vista, na Servidão Mutirão, encontraram um caminhão-guincho parado bem no meio da rua. Na carroceria, de cabeça baixa, estava MAICON SALES DE AMORIM, de 30 anos. Os policiais apuraram que ele seria levado para outro local para ser assassinado, juntamente com THAMIRES BERTUCCI TORRES, de 25 anos. Os agentes relataram ainda que criminosos passaram a atirar contra eles, que revidaram. Além de salvar o casal, os PMs prenderam três suspeitos, todos de 23 anos, foram presos: MARLON ARISTEU DA CUNHA, DANIEL DA SILVA DE JESUS e CRISTIAN JUNINHO DE OLIVEIRA SANTOS. Na troca de tiros, CRISTIAN foi ferido, sendo atendido no Hospital São João Batista antes de ser apresentado na delegacia de Volta Redonda. Os policiais disseram que os três suspeitos fariam parte de uma quadrilha liberada por um homem identificado apenas como YAGO e conhecido como “BENÉ”, que estaria envolvido em vários homicídios no Santo Agostinho.

LAUDO SOBRE RESTOS MORTAIS QUE SERIAM DE CRIANÇA, ENCONTRADOS EM BARRA DO PIRAÍ, DEVE FICAR PRONTO NA PRÓXIMA SEMANA – O delegado WELLINGTON PEREIRA VIEIRA informou que deve receber na próxima semana o laudo do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, sobre os restos mortais encontrados dentro de uma mala, no dia 22 de janeiro deste ano, no distrito de Ipiabas. O caso resultou na prisão de CRISTIANA DE OLIVEIRA LAPORT, de 28 anos, que, segundo o delegado, confessou ter ocultado o corpo da filha, JULIA LAPORT, de 11 anos, que era considerada desaparecida. Além da mãe, foi preso CARLOS RAMON MANUEL, de 20 anos, namorado de CRISTIANO. A mala com a ossada que se supõe ser da menina foi encontrada num terreno da casa do rapaz. CRISTIANA, de acordo com o delegado de Barra do Piraí, assumiu a ocultação do cadáver, mas nega que a menina tenha sido assassinada. Segundo ela, a criança morreu de causa natural, em julho do ano passado, e que resolveu esconder o corpo por temer a reação de seu ex-marido. Apesar da confissão da mãe, o delegado requisitou exame de DNA para comprovar que a ossada é mesmo da menina.

HOMEM DESAPARECE NO PARAÍBA AO TENTAR SALVAR MULHER QUE ESTAVA SE AFOGANDO – Os bombeiros de Resende foram mobilizados na tarde passada para procurar por AUGUSTO SOARES NETO, de 44 anos, que desapareceu no Rio Paraíba do Sul. De acordo com testemunhas, o homem pulou no rio para salvar uma mulher com quem estava conversando momentos antes nas margens do rio, no bairro Campos Elíseos. Não foi informado por que a mulher, pouco depois, se jogou da Ponte Tácito Viana Rodrigues. Além de AUGUSTO, outros quatro homens também se jogaram no rio para resgatar a mulher, que não teve a identidade divulgada. Ela foi retirada e os homens conseguiram sair, mas AUGUSTO desapareceu. As buscas foram feitas pelos bombeiros até o início da noite passada e devem ser retomadas agora de manhã por uma equipe de mergulhadores vinda especialmente do Rio de Janeiro. Quanto à mulher, ela foi levada ao Hospital de Emergência, onde passou por exames.

PM E EX-PM SÃO PRESOS COMO SUSPEITOS DO ASSASSINATO DE MARIELLE FRANCO E SEU MOTORISTA – A dois dias do primeiro aniversário dos assassinatos da vereadora carioca MARIELLE FRANCO e seu motorista ANDERSON GOMES, um policial militar e um ex-PM foram presos no começo da manhã de hoje, no Rio, como suspeitos dos crimes. A prisão foi feita por agentes da Divisão de Homicídios do Rio e promotores do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. Segundo a polícia, o policial militar aposentado RONNIE LESSA,de 48 anos, é apontado pelas investigações como quem atirou na vereadora e no motorista. Durante toda o dia, haverá buscas em 34 endereços de outros suspeitos de envolvimento nos homicídios. Além de LESSA, a polícia prendeu o PM ÉLCIO VIEIRA DE QUEIROZ, de 46 anos. O sargento LESSA foi preso em casa. Segundo o site G-1, ele mora no mesmo condomínio onde o presidenteJAIR BOLSONARO tem uma casa, na Barra da Tijuca. Porém, ressalta o G-1, apesar de serem vizinhos, não há indícios nas investigações de que LESSA frequentasse a casa da família BOLSONARO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *