Cohab convoca mutuários para regularizar situação financeira

Um velho problema que entra ano, sai ano, entra governo, sai governo e não se resolve no Município de Volta Redonda: a inadimplência dos mutuários da Cohab – Companhia de Habitação de Volta Redonda. A autarquia está convocando os mutuários para comparecer à sua sede, no bairro Aero Clube, para verificar a atual situação financeira, e buscar alternativas viáveis para regularizar o pagamento das prestações. Em Volta Redonda, atualmente, existem cerca de 10 mil mutuários, a maioria tem prestações atrasadas da casa própria.

O chamado para comparecimento está sendo feito pelo presidente da Companhia de Habitação, o viceprefeito Maycon Abrantes e a diretora da área comercial, Ana Angélica Ferreira Melo. A Cohab é um braço do poder público para habitação popular. A empresa de economia mista surgiu em dezembro de 1964 com o objetivo de construir moradias populares para apopulação de baixa renda. Embora o objetivo inicial fosse atuar em Volta Redonda, a Cohab construiu moradias em Resende e Três Rios, entre outras cidades e sempre enfrentou o problema da falta de pagamento das prestações. Foram poucos os que já obtiveram as escrituras dos imóveis, ao concluir o pagamento das prestações do financiamento. Em sua maioria os financiamentos duraram 30 anos. Para conseguir a escritura, ao final do prazo, o mutuário precisa estar com as prestações em dia. Entretanto, a grande maioria dos ocupantes desses imóveis, apesar do baixo valor, não paga as prestações.

A diretora comercial, Ana Angélica, informa que a Cohab desenvolve projetos importantes na área social, na prestação de serviços, como a formação do Cadastro Habitacional, que auxilia na seleção de quem busca um imóvel para morar. A Cohab também desenvolve ações para a regularização fundiária nos lotes urbanizados da Companhia, apoio para a escolha de famílias no programa federal Minha Casa Minha Vida”, entre outras atividades. A autarquia do município de Volta Redonda tem mais de 18 mil unidades habitacionais comercializadas,ao longo desses anos de atividade, mas a inadimplência prejudica suas atividades. O novo comando da Companhia de Habitação de Volta Redonda deseja solucionar esse problema antigo.

Para regularizar a situação e obter a escritura, o mutuário deve procurar a Cohab o mais rápido possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *