Tribunal de Justiça desportiva denuncia Fluminense e Pedro Abad, e pede exclusão do clube do Carioca

O procurador-geral do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), André Valentim, formalizou denúncia contra o Fluminense e o presidente do clube, Pedro Abad, após as polêmicas envolvendo a final da Taça Guanabara, contra o Vasco. Na denúncia, há um pedido de liminar para suspensão preventiva do clube e do dirigente. O pedido já está nas mãos do presidente do tribunal, Marcelo Jucá, que deve anunciar ainda nesta segunda-feira uma decisão.

O Fluminense foi enquadrado nos artigos 231 e 258-D, enquando Abad foi denunciado nos artigos 258 e 243-D do Código Brasileiros de Justiça Desportiva.

De acordo com as informações do Globo Esporte o presidente Pedro Abad foi denunciado no artigo 243-D, que trata de “incitar publicamente o ódio ou a violência”, pela entrevista concedida no último sábado, em que convocou os torcedores do Fluminense à “guerra”. A pena, neste caso, é de multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais), e suspensão pelo prazo de 360 a 720 dias. Já o artigo 258, no qual foi enquadrado Abad, se refere à “conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva”. A pena prevista é de suspensão de 15 a 180 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *