Pesquisa inédita do Inca mostra a necessidade de políticas de atenção do diagnóstico até depois da cura

Numa solenidade referente ao Dia Mundial do Câncer, agora pela manhã, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) e o Ministério da Saúde divulgam na sede do Instituto no Rio de Janeiro os resultados do estudo Compreendendo a Sobrevivência ao Câncer na América Latina: Os casos do Brasil. É um estudo inédito com os sobreviventes ao câncer, que será apresentado pelo INCA.

A pesquisa qualitativa busca entender experiências e identificar necessidades de indivíduos que sobreviveram ao câncer e também de seus parentes e cuidadores. Este grupo tem aumentado significativamente, devido ao crescimento do número de casos novos e às atuais taxas de sobrevida.

Em países desenvolvidos, o atendimento às necessidades dos sobreviventes ao câncer já é o maior desafio das redes de saúde e o Brasil caminha a passos largos na mesma direção. O estudo do INCA é pioneiro ao jogar luz sobre a sobrevivência ao câncer no Brasil. Na solenidade, será lançada também a campanha internacional do Dia Mundial do Câncer, que tem como lema “Eu sou e eu vou”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *