O empresário Gilson de Castro está de volta à CDL.

Gilson teve passagem muito positiva pela presidência da entidade, no período 2007/2010. Agora estará no comando a partir da segunda quinzena de janeiro.

A nova Diretoria Executiva da Câmara de Dirigentes Lojistas de Volta Redonda (CDL-VR) para a gestão 2019/2020 foi eleita por aclamação no dia 27 de novembro, numa assembleia com chapa única.

O novo presidente é o empresário Gilson de Castro, que retornará ao cargo nove anos depois de presidir a instituição, no período de 2007/2010. Os vices-presidentes serão Leonardo Costa de Almeida e Elida Reis Leal. O atual presidente, Adriano Santos, assumirá a pasta de Serviços e Produtos.
Segundo o presidente eleito, a nova diretoria foi pensada com a intenção de trazer renovação e dar continuidade ao trabalho realizado pelos outros presidentes, principalmente, as ações desenvolvidas nos últimos dois anos, que ajudaram a projetar ainda mais a CDL-VR, que em 2019, completará 50 anos, entre os associados e no mercado de uma forma geral.

O presidente eleito destacou que para a próxima gestão entram quatro novos diretores – Eduardo Prado, Luiz Cláudio Alves Delgado de Ávila, Cleverson Stocco Moreira e Giovane Freitas Ferreira. Quem também retorna à diretoria é o empresário e contador Mozart Eliziário da Cunha para o Conselho Fiscal. “São líderes que têm muito para agregar a nossa diretoria, com conhecimento adquirido durante anos como empreendedores de sucesso”, afirmou.

Dois diretores da CDL Jovem agora passam a fazer parte agora da Executiva, os empresários Mônica Laviola e Rafael Mendes.

A nova diretoria assume só em janeiro, mas já está conhecendo as atividades e diretrizes que vêm sendo seguidas ao longo dos anos, ficando a par da responsabilidade de assumir cargos para defender o interesse dos lojistas e prestadores de serviços da economia que mais cresce na região e tem o maior comércio do Sul do Estado.

A posse administrativa será na segunda quinzena de janeiro e a solene será agenda depois que todos os diretores, que são voluntário, doando tempo e trabalho para ajudar a realizar as ações da CDL-VR em prol da classe lojista e de serviço, estiverem integrados à função. Eles receberam o estatuto da instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *