EX-MARIDO, ACUSADO DE MANDAR MATAR CORRETORA KARINA GAROFALO, É PRESO EM BANANAL

Agentes da Polícia Federal prenderam no final da madrugada da última sexta-feira, num sítio em Bananal, o empresário de Volta Redonda PEDRO PAULO BARROS PEREIRA JÚNIOR. Ele é apontado pelo polícia como mandante do assassinato de sua ex-mulher, a corretora KARINA GAROFALO. O crime foi no dia 15 de agosto. A vítima foi executada a tiros perto do condomínio onde morava, na Barra da Tijuca, no Rio. Ela estava acompanhada do filho de 13 anos, que não foi ferido. PEDRO PAULO estava com a prisão decretada pela Justiça e havia até recompensa para quem ajudasse com informações sobre seu paradeiro. Durante as investigações do caso, a Delegacia de Homicídios da Capital já havia prendido o primo dele, PAULO MAURÍCIO BARROS PEREIRA, apontado como executor do crime, e o guarda municipal de Porto Real, HAMIR FEITOSA TODOROVIC, que, segundo a polícia, deu cobertura ao assassino. PAULO MAURÍCIO se entregou tão logo teve a prisão decretada. O guarda municipal foi preso em Pinheiral. PEDRO PAULO se manteve foragido durante quase três meses. Os três suspeitos já foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público Estadual. Eles respondem por homicídio qualificado e feminicídio, pelo fato de o crime ter sido cometido por razões de gênero. Por isso, podem pegar até 30 anos de prisão. PAULO MAURÍCIO e HAMIR ainda foram enquadrados pelo porte e ocultação de arma de fogo, que pode resultar em condenação de dois a quatro anos. De acordo com a denúncia do Ministério Público, o crime foi praticado por motivo torpe, já que PEDRO PAULO, ex-marido de KARINA, arquitetou uma vingança contra ela. Os motivos seriam a divisão dos bens após a dissolução do casamento e os ciúmes do empresário depois que sua ex-mulher iniciou um novo relacionamento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *