Jovem é preso e menor, apreendido, em Barra Mansa, pelo assassinato de adolescente de Bananal

Policiais civis prenderam na manhã passada, no bairro Cotiara, em Barra Mansa, PEDRO HENRIQUE FERNANDES DA SILVA, de 19 anos, e apreenderam um adolescente de 16, apontados como autores do assassinato de GABRIEL VITOR BRAGA, também de 16 anos. Os mandados de prisão e apreensão foram pedidos pela delegacia de Barra Mansa. Os dois suspeitos foram identificados na semana passada, após o corpo de GABRIEL ser encontrado numa área de mata, no local conhecido como Torre, no Morro do Macuco, na Cotiara. Eles já tinham sido ouvidos, mas não foram presos imediatamente porque não houve flagrante e, até então, não havia mandado judicial.

O cadáver de GABRIEL foi encontrado no dia 2 deste mês. Ele foi morto com uma facada e teve o corpo queimado, segundo a polícia, numa tentativa dos autores de dificultar a identificação. GABRIEL estava desaparecido desde o dia 22 do mês passado, quando deixou a cidade paulista, que fica na divisa do estado de São Paulo com o Rio, para vir a Barra Mansa. Segundo seus parentes, que registraram o desaparecimento na delegacia de Bananal, o adolescente informou que se encontraria com um amigo na Cotiara. O amigo, apurou a polícia, seria o menor, cuja família também é de Bananal e se mudou para Barra Mansa. De início, o suspeito negou, mas depois, conforme o delegado de Bananal, JOÃO PAULO DE OLIVEIRA ABREU, acabou confessando o assassinato, dando detalhes sobre como GABRIEL foi atraído por ele ao local do crime, onde, segundo suas declarações, PEDRO HENRIQUE já se encontrava. Ele, inclusive, indicou aos investigadores o lugar onde havia sido enterrada a faca usada para atacar a vítima. Depois de receber um golpe no pescoço, Gabriel teve o corpo jogado em uma ribanceira, sendo incendiado em seguida. Os dois vão responder por homicídio qualificado.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *