O Flamengo Voltou a ficar pelo meio do caminho. Foi derrotado, por 2 a 1, pelo Corinthians, na noite passada, em Itaquera e eliminado da Copa do Brasil 2018. O gol da vitória foi marcado pelo garoto Pedrinho, um minuto depois que ele entrou em campo.

 A derrota elevou a pressão pela demissão do técnico Maurício Barbieri. A situação é quase insustentável. E nem mesmo Eduardo Bandeira de Mello banca a permanência do treinador. O mesmo presidente que há 10 dias, após o empate com o Vasco, tratou como absurda a pergunta sobre o futuro, se calou diante de questionamento objetivo. O episódio aconteceu durante entrevista coletiva do treinador, também acompanhada por Ricardo Lomba. Coube a Barbieri se posicionar afirmando que “a decisão é e sempre foi da direção. A frustração é muito grande, mas a decisão é da direção. Ao término da entrevista, Bandeira e Lomba foram novamente interpelados e esquivaram-se de entrevistas. O grupo que tinha ainda o CEO Bruno Spindel, passou rapidamente pelo vestiário e seguiu para o ônibus com cara de poucos amigos. A tensão era tão grande que até mesmo o auxiliar técnico Maurício Souza e o preparador Diogo Linhares acompanharam a coletiva. Barbieri atendeu a imprensa após quase uma hora de reuniões no vestiário. O Flamengo volta a jogar, depois de amanhã, às 21 horas, contra o Bahia, na Fonte Nova, em Salvador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *